Minhas linhas

passarinhos

Minhas linhas são livres feito passarinhos: vêm quando querem, e me abandonam sem dizer adeus… ou se voltam.

Não raro, levanto-me na madrugada para prendê-las no papel, antes que fujam ao menor sinal de descaso.

Sob a luz dourada do abajur que ilumina a folha, vou me derramando lentamente, com um ritual sagrado de silêncio e respeito pelos versos que pousam em minha caneta, como se um movimento brusco meu pudesse afugentá-los por um longo inverno.

Sempre a postos na cabeceira da cama, um pequeno caderno de anotações vai ganhando vida, cores, deixando imprimir amorosamente em suas pautas os delicados vôos noturnos que me visitaram.

Se outras virão, não sei. Apenas gosto de acreditar que irão voltar em algum momento, que temos um acordo firmado, um encontro sem expectativas em que elas, as linhas, se comprometem a não desistir de mim, e eu me comprometo a lhes dar vida, apesar de saber que é justamente o inverso que ocorre.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Minhas linhas

  1. Minha querida Ing,

    Suas letras são verdadeiras melodias que adentram a nossa alma, como se conhecidas fossem e estivéssemos apenas aguardando sua visita ao coração.

    É um acalento suave, uma doçura viva, que nos faz acreditar que, sim, há dias melhores que virão…

    Tomara, mesmo, que suas letras possam nunca se perder, que você as agarre com força e as exponha no papel, para que possamos desfrutar também dessa incrível arte sempre!

    Obrigada pela oportunidade!

    Tudo lindo por aqui… ^^

    Beijo grande “da fã”!

  2. A intensidade do que elas lhe representam, mostram o intento que lhe trazem, escrever torna-se arte, desde sua cabeceira ao fluir das letras em seu caderno, em nossa retina e em seu coração.

    Beijo e linda vida!

  3. Helia disse:

    Querida Ing…

    Que delícia esse seu espaço… muito, muito acolhedor e suave…

    Acho que o gostoso de se escrever é isso: sem pressões, sem muitos compromissos… escrever quando flui, quando dá vontade, quando a inspiração vem…

    E eu sinto isso quando leio suas palavras, é tudo muito verdadeiro, muito autêntico!

    Lindo!

    Te desejo muita inspiração, sempre!

    Beijos!

    ^^

  4. Lunna Guedes disse:

    Minha cara, eu já vivi dias assim, até me preocupava se tudo cessaria no dia seguinte. Queria prender todas as idéias. Hoje eu deixo tudo voar. Tomo notas mentais e já não sofro se algo se perde. rs

    bacio

Comente aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s